Dois senadores norte-rio-grandenses na "frigideira"...


No Correio Braziliense deste domingo, o jornalista Tiago Pariz assina uma reportagem contando como os candidatos a uma vaga no ministério da presidente Dilma Rousseff têm que passar pelo vestibular da "frigideira"."

Para chegar a esse posto, é preciso resistir a um processo longo, fatigante e dolorido: a fritura patrocinada por políticos, aliados, inimigos e pela imprensa" - conta Tiago.

O jornalista faz uma lista de políticos que estão na "frigideira" e nela inclui dois norte-rio-grandenses, ambos senadores: Garibaldi Alves Filho e Alfredo Nascimento.

Garibaldi, senador reeleito pelo PMDB potiguar, que já entrou na lista de candidatos a ministro dos Portos e também a ministro da Previdência, ganhou o seguinte comentário: "O senador, ex-presidente do Senado, foi lembrado como possível nome para uma pasta na cota do Senado.

Logo lembraram que ele, como presidente do Senado, agiu de maneira independente, contra os interesses do grupo dominante de Renan Calheiros e José Sarney."Já Alfredo Nascimento, potiguar que há anos mudou-se para o Amazonas e lá elegeu-se senador, já foi ministro (dos Transportes) no governo Lula, saiu para disputar o governo daquele estado e é brindado com as seguintes palavras: "Outro caso clássico de fritura, Nascimento quis voltar, o PR o indicou, mas choveram vetos e informações negativas.

O PMDB rejeitou a indicação por ele ser adversário de Eduardo Braga no Amazonas. A equipe de transição descartou por ele ser candidato derrotado ao governo. No processo de fritura, lembraram que ele usou a cadeira de ministro para tentar atrair deputados com fácil liberação de emendas."

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...