Postagens

Mostrando postagens de Julho 21, 2010

Ex-prefeito de Canguaretama declara apoio a Ricardo Motta...

Imagem
O deputado estadual Ricardo Motta, um dos principais nomes de seu partido – PMN – na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte, recebeu na última terça-feira (19) em seu gabinete o ex-prefeito e Canguaretama Edmilson Faustino.
Durante a visita o ex-prefeito reiterou seu apoio ao deputado “estradeiro” Ricardo Motta.
“o nome do deputado Ricardo Motta vem crescendo em toda microrregião sul do Estado e que ninguém se espante de sua votação em Canguaretama, queremos está entre os primeiros mais votados”, disse o Edmilson.
Na disputa pelo sexto mandato de deputado estadual, Ricardo Motta vem neste ano recebendo fortes adesões nas regiões Agreste, Oeste, Vale do Açu, Mato Grande, Natal e Grande Natal e Seridó.

Multa por propaganda antecipada...

Imagem
Foto: Divulgação
O governador Iberê Ferreira de Souza (PSB), a ex-governadora Wilma de Faria (PSB), o deputado federal João Maia (PR) e o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado (PR), foram condenados nesta terça-feira(20) pelo Tribunal Regional Eleitoral(TRE) por propaganda eleitoral antecipada.
Por 5 votos a 1, o membros do TRE entenderam que os quatro políticos praticaram propaganda eleitoral antecipada durante evento realizado no Vila Folia, que se transformou num comício fora de época em favor de Iberê Ferreira.
Iberê Ferreira e João Maia foram condenados ao pagamento de multa no valor de R$ 7.500,00, tendo em vista já terem sido alvos de outra condenação também por propaganda eleitoral antecipada.
Wilma de Faria e Jaime Calado terão que pagar multa no valor de R$ 5 mil, cada um.
Fonte: Blog do Oliveira

OAB pede "cartão vermelho" para político que descumprir a lei...

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, criticou nesta terça-feira (20) o comportamento de candidatos, partidos e governantes que descumprem a lei eleitoral e tentam intimidar o Ministério Público Eleitoral. "É o momento para que a Justiça Eleitoral comece a dar o cartão vermelho e pautar as condutas. Não podemos ter mais esse desafio à Justiça brasileira, desafio no sentido de intimidar as instituições, de quem quer que seja".
"Toda eleição é tensa, tem disputa de interesses. Isso é algo natural. Cabe ao Poder Judiciário neste momento estabelecer as regras. Não pode haver descumprimento da lei, não pode haver desequilíbrio do ponto de vista do abuso de poder político e econômico. Cabe ao Judiciário fazer isso. E a comparação que faço é com o futebol. O juiz no futebol, enquanto não impõe a disciplina em campo, faz com que muitas vezes os contendores fiquem um batendo no outro. A partir do momento em que ele dá o cartão vermelho, as pessoa…