Pular para o conteúdo principal

O sonho que virou pesadelo...

Passados metade do mandato de Flávio Azevedo a população começa a contagem regressiva para sua saída da prefeitura.


Flávio Azevedo foi eleito em 2008 prefeito de Nova Cruz, com proposta de mudança e promessa de melhorar a cidade, ganhando status de liderança e confiança. Há exatos dois anos após tomar posse o que se percebe são diversos descontentamentos que se espalham pelos quatro cantos do município, de norte a sul, de leste a oeste, contra a administração do prefeito que já é citada como uma das piores de todos os tempos.

Através da liberdade de expressão, encontramos, ao longo desses dois anos, protestos em sites de relacionamentos, charges, blogs, “calcadas democráticas” e comentários em todo e qualquer lugar.

Boa parte do eleitorado de Flavio Azevedo está decepcionada, avaliando a administração atual como péssima.

Significante parcela da população, inclusive seus eleitores decepcionados já colou na atual gestão a imagem de indecisa e desnorteada.

Uma gestão que em 2010 ficou marcada por desinências de antigos aliados, como por exemplo o professor Francinaldo Matias ( não citamos todos porque essa matéria ficaria longa demais) e inclusive com o rompimento do vice-prefeito João Paulo e toda família Andrade liderada por Max Andrade.

O resultado de dois anos de um mandato desgastado é perceptível a olho nu e sentido na pele, principalmente, dos mais pobres. E quando se refere à reclamação de abandono da cidade todos entram em consonância ao citar os problemas: Ruas esburacadas e não se pode nem culpar as chuvas, porque em 2010 ficaram abaixo da média. Iluminação precária e semáforos apagados (uma constante no ano passado), o ensino municipal indo de mal a pior ( com parada nas atividades e indicadivo de greve), o trânsito sem a devida fiscalização, as questões ambientais ignoradas, e a saúde uma lástima... sem contar o péssimo atendimento quando alguém procura a prefeitura para ter dois dedinho de prosa com o prefeito.

Não se pode negar que os novacruzenses criaram uma grande expectativa na gestão de Flávio Azevedo, principalmente a “Nação Bacurau” que tinha o sonho de ver Flávio realizar uma administração que viesse a superar as “intocáveis”, até o momento, de Cid Arruda e Targino Pereira.

Mas ao longo desses dois anos o que a atual gestão conseguiu foi proporcionar uma grande frustração a todos que em 05 de outubro de 2008 deram a Flávio Azevedo a maior vitória, em termos quantitativos, de todos os tempos e para a “Nação Bacurau” que já viu passar metade dos 4 anos de mandado de Flávio, além da decepção está vendo o seu sonho transforma-se em pesadelo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Já está disponível a inscrição para professor temporário para o estado do Rio Grande do Norte. 


O candidato que desejar concorrer a uma vaga deve preencher a ficha, fazer o pagamento da inscrição, efetuar o pagamento da taxa de inscrição e  entregar todos os documentos na respectiva DIRED do município para qual optou na Ficha de Inscrição, até às 13 horas, do dia 10 de maio de 2017.

Para ter acesso a inscrição CLICK AQUI.

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Tudo dentro do Script.
Sabe aquele filme de terror que tem muita trama, mentiras, traições, mas todo mundo sabe como acaba. Foi assim com a votação do Projeto de Lei 006/2017 enviado pelo prefeito de Nova Cruz, Targino Pereira e aprovado pela maioria absoluta da Câmara Municipal de Nova Cruz.
A Sessão Ordinária desta sexta-feira (30), mas que teve sabor de 13, marcou o fim dos trabalhos do primeiro semestre do Edis, mas manchou de forma imensurável a educação do município de Nova Cruz de forma negativa.
Um resultado previsível que ficou evidente que aconteceria logo após a realização da audiência pública pela clara posição dos vereadores naquele momento.
Não adiantou mostrar as perdas para a categoria e para os alunos, o plágio evidente do anexo IV de um projeto baiano; o não exito na cidade de Monte Alegre - RN quando foi lá implementado; a falta no documento de 10 anexos, dentre muitos outros melíficos que estavam nas entrelinhas.
Valeu de fato a submissão da bancada governista ao Poder …

Política: O que muda para Nova Cruz com o governo Targino Pereira...