Sobre a Banda Larga...

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou que o Plano Nacional de Banda Larga é uma prioridade para a presidenta Dilma Rousseff. Bernardo afirmou que até abril pretende encerrar uma rodada de reuniões com setores econômicos e sociais como empresas privadas, federais, sindicatos e associações de provedores para chegar a um termo de acordo e ter uma orientação clara do governo sobre como conduzir o plano.

O ministro das Comunicações afirmou que também irá discutir com as empresas que atualmente prestam o serviço uma possível mudança de estratégia para baratear os valores pagos hoje pela classe média. “Considero que há uma estratégia equivocada das empresas no Brasil de oferecer um serviço mais caro a menos pessoas. É preciso massificar o atendimento, colocar essa discussão na mesa”.

A Telebras terá R$ 589 milhões para implantar o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) e conectar 1.173 cidades à grande rede, a um custo previsto de R$ 35 para o cidadão. Os recursos correspondem aos R$ 316 bilhões em créditos extraordinários do Poder Executivo, previstos para 2010 e empenhados no final de dezembro, somados aos R$ 273 milhões em aporte de capital previsto para 2011.

Da Agência Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...