Combate a Dengue: Tudo errado...

Para o Infectologia, Hênio Lacerda,  a forma de combate a Dengue, a ação dos gestores públicos e atitudes da população, constituem uma sucessão de erros no combate a proliferação do mosquito.

Em entrevista ao Tribuna do Norte, o infectologista aponta os erros e as causas da doença está presente no RN à 15 anos.

Vejam alguns trechos da matéria:

“A nossa distribuição da água é intermitente. Hoje eu tenho água, mas amanhã eu não tenho e aí as pessoas precisam armazenar água e isso é um ponto favorável para a proliferação do mosquito. Temos a irregularidade da coleta de lixo, ruas que não são calçadas,  falta de saneamento básico. Junte isso a falta de colaboração da população, que produz condições para proliferação do mosquito. Do ponto de vista do poder público temos uma vigilância epidemiológica deficitária”

Ele diz ainda que todos esses fatores contribuem para que a população adoeça e é quando aparece mais uma falha na estratégia de combate à dengue: a deficiência da rede de saúde básica. A população procura assistência médica e não encontra ou quando encontra é atendido de forma inadequada. O paciente com dengue clássica deveria ser atendido pela rede básica, mas ela não funciona. Aí eles são encaminhados para os hospitais de referência, que deveriam atender apenas os casos mais graves, mas ficam abarrotados com vários doentes.

Eu comparo a uma orquestra onde todos  tocam desafinados. O poder público não faz a sua parte, a população também não, os médicos não atendem como deveriam atender, o serviço não oferecem os recursos. É um emaranhado de erros”, diz ele.

“A única forma que eu vislumbro para acabar com a dengue é a chegada da vacina. Fora isso, é insistir, continuar cobrando do poder público e ficar atento as formas de transmissão e aos sintomas. Até a chegada da vacina, nós vamos continuar sofrendo”, disse o infectologista.

Para ler a matéria na íntegra no Tribuna do Norte Click aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz não tem como dar incentivo fiscal a empresa, diz Prefeito Targino Pereira, em matéria da InterTV...