Governo diz que greves são inúteis...

Em entrevista ao Diário de Natal, o secretário-chefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso Fernandes, informou que o governo ainda não tem alternativas para atender as reivindicações. Segundo ele, há diálogo com as categorias, mas não há condições para aumentar a remuneração dos servidores. "Essas greves são inúteis", afirmou.

Ele disse também que o governo não vai buscar soluções por categoria. Ele frisou que o problema será tratado de uma forma geral. Tarso apontou que é necessária uma revisão dos planos para corrigir "algumas distorções". Paulo diz que a governadora está angustiada com a greve dos servidores, mas muito empenhada na busca pelo equilíbrio financeiro.

Paulo de Tarso informou ainda que o Orçamento Geral do Estado (OGE) 2011, feito pelo governo passado, errou na previsão dos recursos destinados a pessoal. De acordo com ele, o estado terá que remanejar recursos para pagar outubro, novembro e dezembro, além do décimo terceiro. "O valor destinado foi baixo. Vamos ter que catar recursos para pagar a folha. Só não sabemos ainda de onde".

De acordo com o governo, os 15 Planos de Cargos e Remunerações, concedidos na gestão anterior, representariam um custo anual na folha de R$ 162.695.807,68. Este valor corresponde aos 12 meses, com 13º e pagamentos de férias, sem os encargos previdenciários.

Fonte: Dnonline

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...