Greve avança e governo diz que não negocia...

Do interior à capital a greve vai se consolidando. Em Natal, 85% dos trabalhadores em educação aderiram à mobilização. Mossoró e a regional de João Câmara têm 80% da categoria unida à luta. Esses números são seguidos pelos das demais regionais como a de Currais Novos (80%); as de Canguaretama e de Açu (75%, cada); e a de Umarizal (70%). Os números das demais regionais deverão ser contabilizados até esta quinta-feira (5).

Durante entrevista concedida ao Jornal Bom Dia RN, a secretária de Educação do estado, Betânia Leite Ramalho, afirmou o posicionamento do governo sobre a greve: não haverá negociação.

Em nota publicada no Diário de Natal, o governo diz que a greve está acontecendo num momento inoportuno.

Para a coordenação do Sinte, “inoportuno é se pedir mais 120 dias para dar uma resposta”.

Na verdade  a categoria já teve muita paciência, principalmente ao comparar os trabalhadores em Educação com outras categorias como a dos médicos, que recepcionou o novo governo com paralisações.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz não tem como dar incentivo fiscal a empresa, diz Prefeito Targino Pereira, em matéria da InterTV...