Pular para o conteúdo principal

Quando a arrogância venceu a democracia...

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu a democracia como sendo o sistema a ser seguido pelo Brasil em todo o seu território nacional, mas na prática não é bem assim.

Muitos daqueles que se dizem democráticos e defensores da democracia negam os postulados que dizem defender.

Na realidade o que se percebe em muitos casos é que a prática difundida no plano teórico encontra-se divorciada da realidade. A teoria é para outros, podendo ser relegada a um segundo plano.

Tomamos como exemplo a última greve na rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte.

A arrogância e prepotência com que o governo tratou a causa dos professores jogaram por terra, qualquer princípio democrático, de diálogo ou de direito.

Mesmo com a Lei de piso sendo ratificado pelo STF, o governo ignorou as reivindicações dos educadores e depois de dois meses de “jogo duro” acionou a justiça pedindo a ilegalidade do movimento.

Sobre os princípios jurídicos não temos competências para discutirmos, mas o que pode ser colocado em pauta é a postura do governo diante de uma categoria que anos a fio vem sendo massacrada.

Neste período de greve força dos detentores do poder sobre os profissionais da educação foi adotada desde o governo, passando pelas diretorias regionais (DIREDs) e até mesmo a alguns diretores de escola.

No caso de Nova Cruz, teve diretor que ligou diretamente para casa de professor para fazer pressão sobre sua volta a sala de aula e chegando a recolher assinaturas daqueles que se deixaram coagirem e ‘”acuados” assumiram o compromisso de voltar a ministrar as aulas mesmo antes da categoria definir o fim do movimento. Um verdadeiro "tiro no pé" já que atualmente o gestor é eleito pela comunidade escolar.

Como se não bastasse, na última terça-feira(19) a diretoria da 3ª DIRED colocou nas ruas da cidade um carro de som comunicando a população que os professores teriam que retornar a sala de aula por força de justiça e convocando os pais para mandarem seus filhos para as escolas. Mais uma vez antecipando-se, inclusive, a uma audiência entre governo e professores que aconteceria no dia seguinte.

Mesmos depois de tudo isso,  é preciso que os princípios estabelecidos na Constituição Federal não sejam apenas uma ficção, mas que na forma da lei, excetuados os casos expressos, alcancem tanto os agentes da administração como aqueles que são os responsáveis pela execução das funções do Estado.

O movimento terminou em respeito a uma determinação judicial que deve ser obedecida, em contra partida o governo e seus seguidores deixaram bem claro com que garras serão tratados os servidores ao longo desses duradouros 4 anos de Rosalba/Robinson.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Tudo dentro do Script.
Sabe aquele filme de terror que tem muita trama, mentiras, traições, mas todo mundo sabe como acaba. Foi assim com a votação do Projeto de Lei 006/2017 enviado pelo prefeito de Nova Cruz, Targino Pereira e aprovado pela maioria absoluta da Câmara Municipal de Nova Cruz.
A Sessão Ordinária desta sexta-feira (30), mas que teve sabor de 13, marcou o fim dos trabalhos do primeiro semestre do Edis, mas manchou de forma imensurável a educação do município de Nova Cruz de forma negativa.
Um resultado previsível que ficou evidente que aconteceria logo após a realização da audiência pública pela clara posição dos vereadores naquele momento.
Não adiantou mostrar as perdas para a categoria e para os alunos, o plágio evidente do anexo IV de um projeto baiano; o não exito na cidade de Monte Alegre - RN quando foi lá implementado; a falta no documento de 10 anexos, dentre muitos outros melíficos que estavam nas entrelinhas.
Valeu de fato a submissão da bancada governista ao Poder …

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Já está disponível a inscrição para professor temporário para o estado do Rio Grande do Norte. 


O candidato que desejar concorrer a uma vaga deve preencher a ficha, fazer o pagamento da inscrição, efetuar o pagamento da taxa de inscrição e  entregar todos os documentos na respectiva DIRED do município para qual optou na Ficha de Inscrição, até às 13 horas, do dia 10 de maio de 2017.

Para ter acesso a inscrição CLICK AQUI.

Nova Cruz não tem como dar incentivo fiscal a empresa, diz Prefeito Targino Pereira, em matéria da InterTV...

A 2ª Edição do RN TV da InterTV Cabugi  apresentou matéria sobre o fechamento da fabrica da Alpargatas em Nova Cruz.
Dos pontos apresentados na matéria três chamam bastante atenção.
- O motivo alegado pelos empresários que o fechamento se deu devido a crise financeira e falta de incentivo fiscal contrapondo com a discordância do sindicato sobre esses argumentos.
- O posicionamento do prefeito Targino Pereira, confirmando que o município não tem como dar esse incentivo fiscal a empresa e admitindo que o município recebia pagamento de  uma taxa de licença para funcionamento. Sendo que ainda prometeu tentar suprir a ausência da Alpargatas com a abertura de outra empresa. ( Mas sem  referir se seria com incentivo ou não). 
- A negativa por parte do Secretário de Desenvolvimento Econômico do RN, Flávio  Azevedo, em razão dos motivos apresentados pela empresa afirmando  que os empresários  do grupo Alpargatas nunca solicitaram ao estado nenhum tipo de incentivo fiscal.

O fato é que hoje são 375 …