Ser político x saber fazer política...

As pessoas que, desgostosas e decepcionadas, não querem ouvir falar em política, recusam-se a participar de atividades sociais que possam ter finalidade ou cunho políticos, afastam-se de tudo quanto lembre atividades políticas, mesmo tais pessoas, com seu isolamento e sua recusa, estão fazendo política, pois estão deixando que as coisas fiquem como estão e, portanto, que a política existente continue tal qual é. A apatia social é, pois, uma forma passiva  de fazer política.

Contudo, para os que participam ativamente é importante compreender que Política se faz conversando e discutindo, ... Política se faz ouvindo e somando, nunca subtraindo.

Crescer na política é fazer simplesmente o que precisa ser feito, deixando com que os beneficiados participem com o sentimento da conquista. O mérito é de quem conquistou com o anseio, atenção e respeito, deixando de lado as vantagens pessoais, inveja e medo de perder espaço.

A palavra política significa elevação para a participação no poder ou para a influência na sua repartição, seja entre os Estados, seja no interior de um Estado ou entre os grupos humanos que nele existem.

Política é a arte de se bem viver em coletividade, sendo assim, os termos politicamente correto e o bom político tornam-se pleonasmos, pois, o que não é bom para a coletividade não é política e aquele que não é um bom politico não existe como um ser político.

Talvez esse post permita que algumas pessoas que convivem no mundo político entendam  qual é o verdadeiro sentido de  fazer política.

Vou encerrar com uma frase do eterno Ulysses Guimarães:

"O poder não corrompe o homem; é o homem que corrompe o poder. O homem é o grande poluidor, da natureza, do próprio homem, e do poder."

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...