SINTE-RN reage a posição do governo...

Depois de semanas de silêncio absoluto, o Governo se manifestou. Na tarde da última sexta-feira(01) a direção do Sinte recebeu notificação da Justiça, informando do pedido de ilegalidade da greve através de ação judicial.

"Estamos profundamente indignadas com esse ato de desrespeito à luta em defesa da educação pública. Mas não será esta medida que irá inibir a luta da categoria e a ação deste Sindicato”.

A declaração é da coordenadora geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação(Sinte), Fátima Cardoso, ao comentar a decisão do governo do Estado de ajuizar Ação Civil Pública na Justiça pedindo a decretação da ilegalidade da greve dos professores da rede estadual de ensino.

Outro coordenador do Sinte, José Teixeira, reforça a indignação da diretoria e explica que a medida será discutida com a categoria em assembleia nesta terça-feira(5) no Colégio Winston Churchill a partir das 8h30.

“Vamos nos defender judicialmente e ir ao ataque politicamente denunciando mais esse desrespeito do governo Rosalba Ciarlini”, diz Teixeira.

Na opinião do também coordenador do Sinte, Rômulo Arnaud, a medida não surpreende já que quando prefeita de Mossoró a hoje governadora não escondeu seu autoritarismo.

“É um ataque frontal ao nosso direito de lutar por nossas reivindicações. Mas acho que a governadora está dando um tiro no próprio pé. Seu governo já detém 59% de rejeição e esse tipo de medida só irá piorar esse quadro”, enfatiza Rômulo.

 A greve na educação perdura por mais de dois meses e sem dúvida o ano letivo já está comprometido e os interesses dos alunos concluintes que farão Enem e Vestibular  estão extremamente prejudicados.

Para isso só é possível apontar um culpado. GOVERNO ROSALBA CIARLINI.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...