Um sonho ainda distante...

Gestor que não cumprir metas pode se tornar inelegível.

A Câmara  dos Deputados analisa o Projeto de Lei Complementar 33/11, do deputado Luiz Fernando Machado (PSDB-SP), que torna inelegível o presidente, o governador e o prefeito que não cumprirem até o fim do mandato, sem justificativa, o plano de metas de sua gestão. 

Esse plano deverá ser baseado nas propostas de campanha registradas na Justiça Eleitoral.

O projeto acrescenta a medida à Lei de Inelegibilidade (Lei Complementar 64/90). O objetivo é obrigar o candidato a ser fiel a suas propostas. A nova regra, se aprovada, valerá para a eleição que se realizar durante ou após o mandato em curso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...