Números da Parada Nacional...

Segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), 21 estados aderiram à paralisação nacional dos professores de escolas públicas. Foram confirmadas 17 redes estaduais e 25 municipais que aderiram a paralisação que ocorreu somente nesta terça-feira (16). Amanhã as atividades voltarão ao normal, segundo a CNTE.

A paralisação foi uma forma de cobrar o cumprimento da Lei do piso salarial, que determina que nenhum professor da rede pública com formação de nível médio e carga horária de 40 horas semanais pode ganhar menos do que R$ 1.187 mensais.

A CNTE teve uma audiência hoje com o Ministro da Educação, Fernando Haddad, onde foi pedido o cumprimento da lei. “O ministro se mostrou favorável ao movimento e disse que vai intermediar por nós”, disse Roberto Leão, presidente da CNTE.

Da Agência Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...