Pastor preso pela PF arrecadou R$ 109 mil para fiança...

O pastor Wladimir Furtado, preso na Operação Voucher, da Polícia Federal, conseguiu nesta segunda-feira (22) arrecadar os R$ 109 mil para pagar a fiança estabelecida pela Justiça. A informação é do advogado de defesa do pastor, Maurício Pereira.

Ele é um dos 36 suspeitos de participar de um suposto esquema de desvio de dinheiro do Ministério do Trabalho.

Furtado é presidente da Cooperativa de Negócios e Consultoria Turística (Conectur), apontada pela PF como uma das entidades de fachada usadas para desviar os recursos. Após 5 dias preso, obteve habeas corpus, pagou a fiança com um cheque sem fundos e foi soltou na madrugada do último dia 13 de agosto.

Com o cheque da fiança pago, Furtado não corre mais o risco de ser preso novamente. No início da semana passada, o pastor foi a rádios e a uma emissora de televisão do Amapá pedir ajuda para cobrir o cheque de R$ 109 mil, valor estipulado pela Justiça como fiança para que ele fosse liberado da prisão.

Fonte: G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...