Pular para o conteúdo principal

E o voto vai para...

A praticamente um ano para as eleições municipais e há poucos dias dos possíveis candidatos se filiaram ao partido que irão disputar as eleições, trazemos a tona o sequinte questionamento:

Que candidato merece nosso voto?

Primeiro, você precisa ter claro qual é a sua posição política e o que espera do poder executivo, na pessoa do prefeito e no legislativo pelas ações do vereador.

Com sua posição política em mente, procure os candidatos que melhor representem as suas idéias. O mais difícil é saber se, além de pensar como você, eles são honestos e realmente vão lutar pelo que defendem.

O melhor jeito de descobrir isso é tendo muita informação. Busque conhecer a carreira do candidato e veja se suas promessas são viáveis e compatíveis com o cargo que ele pretende ocupar.

Não se esqueça que o prefeito não administra sozinho. Precisa de uma equipe, então preste atenção no candidato a vice, no partido e nos aliados de campanha, que devem ocupar secretarias do novo governo.

O melhor candidato é que nos aspectos sobressalentes tenha um atributo moral a toda prova, espírito de servir, respeito pela coisa pública, capacidade administrativa.

Encontramos no portal R7 algumas dicas para você começar pensar quem merece seu voto:

* Aquele que conquistou algo para a nossa cidade ou região.

* Aquele que está sempre presente, principalmente fora dos períodos de eleições.

* Aquele que promete algo de nosso interesse. Devemos cobrar depois.

* Aquele que promete algo que pode ser alcançado mesmo.

* Aquele que já comprovou ter competência no trabalho e na administração.

* Aquele que pertence ao partido que melhor se enquadra na sua linha de pensamento.

* Aquele que se propõe a defender os seus interesses, seja na educação, saúde, segurança, ecologia e meio ambiente, economia, etc.

* O candidato ficha limpa, aquele que não está envolvido em nenhum processo político.

* Aquele que conhece e os problemas das cidades pequenas como a nossa.

* Aquele compromissado com a Agricultura, pois ainda somos uma cidade com forte renda vinda da agricultura.

* Aquele que cumpriu com suas promessas.

A cidadania é baseada em direitos e deveres que precisam ser cumpridos para o bom desenvolvimento da sociedade. O voto é uma das normas de boa conduta estabelecida pelo modelo democrático que permite à população influir, participar, opinar e ter responsabilidade sobre a vida política do país. Além de ser um dever cívico, votar também é uma forma de garantir os direitos.

Portanto fique atento, votar não é tão fácil o quanto parece, não se resume em apertar algumas teclas e achar que está tudo resolvido.

Dependendo do seu voto o município poderá ter 4 anos de avanços ou retrocessos.

Faltam mais de um ano para as eleições, então vá refletindo sobre os seguintes questionamentos:

O que você espera do futuro do seu município?

Você já pesquisou a vida do seu candidato?

Conhece as idéias que seu candidato defende?

Você votaria em alguém corrupto?

Que propostas concretas seu candidato têm?

Temos mais de um ano para refletirmos sobre essas questões e tomarmos nossa decisão em dar continuidade ou mudar o perfil do  gestor munícipal e da câmara de vereadores.
 
Com a decisão: SUA CONSCIÊNCIA.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Já está disponível a inscrição para professor temporário para o estado do Rio Grande do Norte. 


O candidato que desejar concorrer a uma vaga deve preencher a ficha, fazer o pagamento da inscrição, efetuar o pagamento da taxa de inscrição e  entregar todos os documentos na respectiva DIRED do município para qual optou na Ficha de Inscrição, até às 13 horas, do dia 10 de maio de 2017.

Para ter acesso a inscrição CLICK AQUI.

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Tudo dentro do Script.
Sabe aquele filme de terror que tem muita trama, mentiras, traições, mas todo mundo sabe como acaba. Foi assim com a votação do Projeto de Lei 006/2017 enviado pelo prefeito de Nova Cruz, Targino Pereira e aprovado pela maioria absoluta da Câmara Municipal de Nova Cruz.
A Sessão Ordinária desta sexta-feira (30), mas que teve sabor de 13, marcou o fim dos trabalhos do primeiro semestre do Edis, mas manchou de forma imensurável a educação do município de Nova Cruz de forma negativa.
Um resultado previsível que ficou evidente que aconteceria logo após a realização da audiência pública pela clara posição dos vereadores naquele momento.
Não adiantou mostrar as perdas para a categoria e para os alunos, o plágio evidente do anexo IV de um projeto baiano; o não exito na cidade de Monte Alegre - RN quando foi lá implementado; a falta no documento de 10 anexos, dentre muitos outros melíficos que estavam nas entrelinhas.
Valeu de fato a submissão da bancada governista ao Poder …

Política: O que muda para Nova Cruz com o governo Targino Pereira...