Flávio Azevedo, o prefeito do recordes...

A gestão do atual prefeito de Nova Cruz não para de acumular recordes negativos. Nesta segunda-feira (31) os professores de rede municipal não tiveram seus vencimentos do mês de outubro, creditados em suas contas na CEF.

É a primeira vez depois de três gestões anteriores que esse fato volta acontecer, ou seja, depois de 14 anos e 10 mês (uma gestão de Germana Targino e duas de Cid Arruda) adicionados o tempo de mandato já cumpridos pelo atual prefeito, os professores voltam a conviver com o fantasma de não receber seu salário dentro do mês.

Vai surgir aquele blá, blá, blá que não é atraso, pois pode ser pago até o 5º dia útil.

Mas o que se está discutindo é a pontualidade no calendário de pagamento.

Outro fato negativo está relacionado ao transporte escolar. As salas de aulas ficaram praticamente vazias nesta segunda, pois os motoristas cruzaram os braços e não transportaram os alunos da zona rural.

Para alguns heróis da E. E. Alberto Maranhão,  que de carona chegaram à escola, nos relataram que os motoristas não estão indo até as comunidades. Porque Será?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...