E por falar em política...

A política é simples, porem existem políticos que à complicam e decepcionam a moral dela, o Brasil possui 513 deputados federais, centenas de prefeitos e vereadores, governadores, deputados estaduais, senadores, e diversos cargos de confiança, como secretários e ministros nesse sistema político.O certo seria que todos fossem pessoas de bem, honestas, com intenções de melhorar a qualidade de vida de toda população, que realmente trabalhassem representando o povo que os elegeram, e de maneira responsável e competente administrassem a máquina popular.

É necessário entender que os impostos são pagos pelo povo e que esse dinheiro então é público, e o próprio povo de forma democrática elege um representante para governar esse dinheiro em prol da sociedade. É necessário um líder eleito para administrar de forma honesta essa riqueza para o bem comum de todos, o que acontece é que ao longo dos tempos o sistema não funciona como deve ser e revolta a população por causa de alguns políticos que se corrompem quando chegam ao poder, a ganância pelo dinheiro e a certeza da impunidade são as principais causas.

Vivemos num país rico e mesmo assim um país de 3 mundo, com pobreza, miséria, desigualdade social, falta de saúde pública, educação, saneamento básico, desemprego, violência e diversos outros problemas e parece que nunca diminui, todos os anos que tem eleição os discursos são sempre os

Existem sim políticos honestos que sonham com uma nação orgulhosa de seus representantes, a solução pra melhorar a qualidade de vida da nação é que todos os discursos políticos sejam colocados em prática com eficácia e honestidade, pra isso é necessário uma atenção maior da mídia em promover essa mudança, esse espírito de reforma verdadeira no quadro político atual.

Do site: www.pensador.uol.com.br com alterações.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...