Pular para o conteúdo principal

Fraudes no RN tem repercussão nacional...

O jornal Estado de São Paulo, apresenta em seu caderno de notícias desta sexta-feira (25) uma matéria que trata do escândalo sobre o esquema de fraudes no Detran envolvendo ex-governadores e ex-senador.

Veja a matéria:

No Rio Grande do Norte, o Ministério Público identificou um suposto esquema fraudulento no Departamento Estadual de Trânsito, a partir de um suplente de senador e dois ex-governadores. A operação Sinal Fechado foi deflagrada ontem e culminou com a prisão de 14 pessoas e 25 mandados de busca e apreensão. Entre os presos estão o ex-senador e atual suplente João Faustino Ferreira Neto (PSDB), o ex-diretor geral do Detran Carlos Theodorico Bezerra e o advogado George Anderson Olímpio da Silveira. Os ex-governadores Wilma de Faria (PSB) e Iberê Ferreira (PSB), embora não tenham sido presos, também são denunciados como integrantes da organização criminosa.

O Ministério Público acusa o grupo de comandar, a partir do Detran, um esquema que fraudava licitações para contratação de empresas no órgão. As fraudes ocorreram de 2008, quando Wilma de Faria dirigiu o Estado, a 2010, já na gestão Iberê Ferreira. Segundo os promotores, os dois ex-governadores participaram diretamente do esquema de corrupção. O Ministério Público detalha, no pedido de busca e apreensão acatado pela Justiça, que Wilma de Faria chegou a encaminhar ao advogado George Olímpio (que terminaria vencendo a licitação) a minuta do projeto de lei que seria enviada para a Assembleia Legislativa, criando a inspeção veicular no Rio Grande do Norte.

Na acusação, o Ministério Público afirma que o filho de Wilma de Faria, o advogado Lauro Maia, recebia uma mesada de R$ 10 mil do também advogado George Olímpio, apontado como o coordenador de todo o processo fraudulento. Já o genro do ex-senador João Faustino, Marcus Procópio, tinha uma mesada de R$ 5 mil.

R$ 1 bi. A investigação do Ministério Público começou há nove meses, para apurar o contrato da inspeção veicular ambiental no Rio Grande do Norte. Foi descoberto que a quadrilha fraudou desde o processo de elaboração da lei, em meados de 2009, até o processo licitatório, em 2010. A organização criminosa, segundo os promotores, chegou a pagar R$ 35 milhões em propina para políticos e empresários. A fraude renderia para o grupo aproximadamente R$ 1 bilhão.

Para ler direto do Jornal Estado de São Paulo CLICK AQUI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Já está disponível a inscrição para professor temporário para o estado do Rio Grande do Norte. 


O candidato que desejar concorrer a uma vaga deve preencher a ficha, fazer o pagamento da inscrição, efetuar o pagamento da taxa de inscrição e  entregar todos os documentos na respectiva DIRED do município para qual optou na Ficha de Inscrição, até às 13 horas, do dia 10 de maio de 2017.

Para ter acesso a inscrição CLICK AQUI.

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Tudo dentro do Script.
Sabe aquele filme de terror que tem muita trama, mentiras, traições, mas todo mundo sabe como acaba. Foi assim com a votação do Projeto de Lei 006/2017 enviado pelo prefeito de Nova Cruz, Targino Pereira e aprovado pela maioria absoluta da Câmara Municipal de Nova Cruz.
A Sessão Ordinária desta sexta-feira (30), mas que teve sabor de 13, marcou o fim dos trabalhos do primeiro semestre do Edis, mas manchou de forma imensurável a educação do município de Nova Cruz de forma negativa.
Um resultado previsível que ficou evidente que aconteceria logo após a realização da audiência pública pela clara posição dos vereadores naquele momento.
Não adiantou mostrar as perdas para a categoria e para os alunos, o plágio evidente do anexo IV de um projeto baiano; o não exito na cidade de Monte Alegre - RN quando foi lá implementado; a falta no documento de 10 anexos, dentre muitos outros melíficos que estavam nas entrelinhas.
Valeu de fato a submissão da bancada governista ao Poder …

Política: O que muda para Nova Cruz com o governo Targino Pereira...