Postagens

Mostrando postagens de Julho 5, 2011

Governo diz não aos deputados...

O Governo do Estado só vai poder implantar os planos de cargos, carreiras e salários dos servidores em greve a partir de setembro.
Essa foi a resposta do chefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso Fernandes, ao documento encaminhado há 15 dias pela Assembleia Legislativa, com as reivindicações dos servidores.
A resposta foi dada em reunião realizada esta manhã, dia 5, no gabinete do presidente da Assembleia, deputado Ricardo Motta. O secretário Paulo de Tarso, que estava acompanhado pelo secretário de Administração e dos Recursos Humanos Anselmo Carvalho, disse que o governo “encontra-se impossibilitado de atender, da forma como proposto em documento entregue pelos sindicatos dos Professores, dos Policiais Civis, dos Técnicos em Tributação e dos docentes da UERN”. De acordo com ele, a implantação dos planos de cargos e salários só poderá ser feita em setembro, quando o Estado estiver em condições financeiras.
O presidente da Assembleia Ricardo Motta analisou “que não era a resposta que nós…

Professores decidem manter a greve...

Mesmo antes da Justiça definir pela legalidade ou não da greve, na manhã desta terça-feira (05) os professores do RN decidiram por continuar o movimento grevista.
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte tem até às 18h de hoje (5), para se defender na Justiça sobre o pedido de ilegalidade da greve da categoria, feito pela Procuradoria Geral do Estado.
Porém, em assembleia na manhã de hoje (5), na Escola Winston Churchill, a categoria decidiu manter o movimento por tempo indeterminado. Sendo assim, caberá ao desembargador julgar se os argumentos dos professores são legais ou não.

Segundo o que foi discutivo, a greve só deve ser suspensa se forem adotadas imediatamente as regras estipuladas na Lei Estadual 11.738, junto com o Plano de Cargos, o que garantiria um acréscimo médio de 34% nos salários, além de uma proposta de pagamento do valor retroativo ao mês de abril.


A direção do Sinte convoca os trabalhadores em educação da rede estadual para uma nova assembleia n…