Postagens

Mostrando postagens de Julho 14, 2011

UERN mantém greve e se solidariza com professores estaduais...

Sem resposta do Governo do Estado às reivindicações dos professores da UERN, a categoria decidiu, em assembleia realizada hoje (14) pela manhã, pela continuidade do movimento paredista. A ADUERN elaborou há 15 dias uma nova proposta, mas a administração estadual ainda não sinalizou o atendimento.
Na ocasião, os professores que avaliaram as negociações, expressaram o descontentamento com o descaso do Governo em não responder à pauta de reivindicação da categoria. Dessa forma, a greve continua enquanto não houver um acordo favorável para os docentes.
Ainda foi aprovada uma moção de apoio e solidariedade aos trabalhadores da educação pública do Rio Grande do Norte e em repúdio à ilegalidade da greve decretada pelo Tribunal de Justiça do RN a pedido da Governadora Rosalba Ciarlini.
Além da greve, a categoria ainda escolheu os representantes do sindicato para compor a comissão de elaboração dos estudos e da proposta de autonomia financeira para a UERN. Foram eleitos: Telma Gurgel, do departam…

Sentença do TJ não acaba com a greve de professores ...

Imagem
A decisão do Tribunal de Justiça de considerar a greve dos profissionais da rede pública de ensino do Rio Grande do Norte ilegal não foi suficiente para levar os educadores de volta às salas de aulas. Em assembleia realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinte - RN) e encerrada há poucos instantes, a categoria decidiu que recorrerá da decisão do TJ de pagar multa de 10 mil reais a cada dia sem trabalho e continuará em greve.
A paralisação dos profissionais de educação do Rio Grande do Norte caminha para ser a mais longa da história do Rio Grande do Norte. Hoje, a paralisação completa 74 dias. A paralisação tende superar a  maior greve registrada, no estado potiguar, ocorreu no governo Geraldo Melo, nos anos 80, e durou 79 dias.
Agora cabe as regionais do SINTE não deixar o movimento ir por água abaixo.
E por falar em regional, VAMOS DIRETORES DO SINTE DE NOVA CRUZ, vocês são os representantes legais do professores, não devem sumir numa hora dessas.

Ser político x saber fazer política...

As pessoas que, desgostosas e decepcionadas, não querem ouvir falar em política, recusam-se a participar de atividades sociais que possam ter finalidade ou cunho políticos, afastam-se de tudo quanto lembre atividades políticas, mesmo tais pessoas, com seu isolamento e sua recusa, estão fazendo política, pois estão deixando que as coisas fiquem como estão e, portanto, que a política existente continue tal qual é. A apatia social é, pois, uma forma passiva  de fazer política.
Contudo, para os que participam ativamente é importante compreender que Política se faz conversando e discutindo, ... Política se faz ouvindo e somando, nunca subtraindo.
Crescer na política é fazer simplesmente o que precisa ser feito, deixando com que os beneficiados participem com o sentimento da conquista. O mérito é de quem conquistou com o anseio, atenção e respeito, deixando de lado as vantagens pessoais, inveja e medo de perder espaço.
A palavra política significa elevação para a participação no poder ou para…