Nova Cruz: Carnaval polêmico...

Do blog: bloglenilsondoagreste.com.br

Nova Cruz: prefeitura até  momento nao explicou com precisão o ato do corte de energia no periodo do carnaval do povão.
Prefeitura gastou mais de R$ 100.000,00  e deixou a COSERN cortar a energia do carnaval do povão…
Foto Divulgação
A Prefeitura Municipal de Nova Cruz, que realizou o carnaval do povão nos dias 17 até o dia 22 do mês de fevereiro, até o momento não explicou para os novacruzenses os reais motivos que levaram a empresa da COSERN, a efetuar os cortes de energia nos locais das realizações dos eventos, ou seja na Barragem “Pedro Targino” situada na comunidade de Primeira Lagoa, zona rural e na zona urbana, oportunidade que também foi instalado um palco na praça do Alto de São Sebastião, que servia para os foliões brincarem no período noturno na concentração da cidade. Até o momento a Prefeitura não informou em termo de nota, para que a população tomasse o conhecimento do fato mais uma vez, provocado pelo corte do fornecimento de energia da empresa da COSERN, no período do carnaval. Segundo o secretário de obras, Gelson Vitor revelou em entrevista no blog do companheiro Gilmar Amador, titulado de “Correio do Agreste” que a Prefeitura teria pagado a COSERN. Pelos recibos expostos na matéria paga e divulgada no conceituado blog.


Sabe qual foi o motivo do corte de energia. Segundo informações que chegou até a nossa reportagem foram os valores das contas pagas e as ligações clandestinas que foram puxadas da quadra de esporte de Primeira Lagoa até o palco que estava a instalada a super estrutura do evento que a carga usada superava e muito o que foi pago, já deu para a empresa COSERN constatar as irregularidades no evento. Isso aí já foi o motivo suficiente para os técnicos efetuar o desligamento do fornecimento de energia. R$ 70,00 ou 80,00, quem paga são consumidores residenciais com consumo de apenas uma TV, um Liquidificar, uma geladeira e dois ventiladores. E não uma super estrutura do carnaval do povão, patrocinado pela Prefeitura de Nova Cruz.

De acordo com as contas mostradas, pelo secretário de obras, faço aqui um registro que aquelas contas não quita os serviços prestados de cinco dias de festividades realizadas naquele setor. Somos consumidores também da COSERN, e é fato que um consumo de uma residencia com um simples aparelho de ar condicionado já ultrapassa o valor R$ 90,00. E uma mega estrutura que todos tiveram a condição de visualizar de palco, estrutura de som, de pessoas que também se utilizaram para consumir energia no momento festivo. R$ 80,00 não é um valor real que a COSERN cobra para manter o fornecimento daquele evento. Alguma coisa ocorreu de errado que a empresa compareceu in loco e efetuou o desligamento total. E só foi possível a realização do evento com a contratação de um gerador na Barragem no dia (17) da sexta-feira, do corrente mês. A mesma situação aconteceu na iluminação do palco, que se encontrava instalado na praça do alto de São Sebastião. Então isso prova que aconteceu muitas irregularidades, inclusive de ligações clandestinas. Segundo informações que chegaram até a nossa reportagem, de pessoas bem próxima da empresa COSERN, que de fato existia uma ligação da quadra de esporte de Primeira Lagoa, até as mediações da Barragem. E foi necessário a COSERN desativar essas ligações. Já o secretário não foi feliz, em suas palavras, até porque já é praxe no município de Nova Cruz, a empresa da COSERN comparecer no município e fazer vários cortes de energia nos prédios públicos do município de Nova Cruz.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz não tem como dar incentivo fiscal a empresa, diz Prefeito Targino Pereira, em matéria da InterTV...