Pular para o conteúdo principal

Henrique Alves participa de casamento em castelo na Itália...

Festa do casal ocorre no mesmo local das bodas de Katie Holmes e Tom Cruise

BRASÍLIA. Enquanto o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), procura se defender na CPI do Cachoeira, seu vice, Tadeu Filippelli (PMDB), reúne hoje a nata da capital e líderes de seu partido numa festa no Castelo Odescalchi, em Ladispoli, a 40 minutos de Roma, para celebrar as bodas de seu filho, Bruno Filippelli, e Gisela Jardim.

Deputados e senadores peemedebistas, além do vice-presidente Michel Temer, foram convidados. O líder do PMDB na Câmara, Henrique Alves (RN), e o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foram alguns dos que aproveitaram o feriadão para ir à cerimônia, com esticadinha em Roma.

Os noivos colocaram à disposição dos convidados que preferirem se hospedar na capital italiana transporte até o castelo. O casal poderá se gabar de ter se casado no mesmo castelo onde se casaram, por exemplo, os astros de Holywood Katie Holmes e Tom Cruise. A estrela pop Christina Aguilera e o produtor Jordan Bratman gastaram cerca de U$ 2 milhões (R$ 4 milhões) com a cerimônia no mesmo local. Petra Ecclestone, filha de Bernie Ecclestone, que preside a Foca (Associação de construtores da Fórmula 1), gastou R$ 35 milhões numa festa no mesmo castelo.

Bruno e Gisela criaram um site para divulgar os preparativos da festa. “A cerimônia será realizada no jardim lateral do castelo, em frente ao mar, às 19 horas (se o tempo estiver bom). Ainda será dia, pois o pôr do sol acontece somente entre 21:00 e 21:30. A temperatura até o momento está prevista para 16 graus a mínima e 24 graus a máxima, e muito sol!!! O lugar é lindo”, avisam os noivos, no site.

No ano passado o pai da noiva, diretor da Oi em Brasília, Jorge Jardim Moraes Filho, casou outra filha, Camila, mas numa cerimônia mais modesta, em um hotel em Brasília. Filippelli é vice de Agnelo e preside o PMDB local. É empresário do setor de bebidas e declarou à Justiça Eleitoral em 2010 patrimônio de R$ 8,4 milhões.

No inquérito da Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, Filipelli figura como interessado em derrubar Agnelo Queiroz.

Fonte: O Globo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Já está disponível a inscrição para professor temporário para o estado do Rio Grande do Norte. 


O candidato que desejar concorrer a uma vaga deve preencher a ficha, fazer o pagamento da inscrição, efetuar o pagamento da taxa de inscrição e  entregar todos os documentos na respectiva DIRED do município para qual optou na Ficha de Inscrição, até às 13 horas, do dia 10 de maio de 2017.

Para ter acesso a inscrição CLICK AQUI.

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Tudo dentro do Script.
Sabe aquele filme de terror que tem muita trama, mentiras, traições, mas todo mundo sabe como acaba. Foi assim com a votação do Projeto de Lei 006/2017 enviado pelo prefeito de Nova Cruz, Targino Pereira e aprovado pela maioria absoluta da Câmara Municipal de Nova Cruz.
A Sessão Ordinária desta sexta-feira (30), mas que teve sabor de 13, marcou o fim dos trabalhos do primeiro semestre do Edis, mas manchou de forma imensurável a educação do município de Nova Cruz de forma negativa.
Um resultado previsível que ficou evidente que aconteceria logo após a realização da audiência pública pela clara posição dos vereadores naquele momento.
Não adiantou mostrar as perdas para a categoria e para os alunos, o plágio evidente do anexo IV de um projeto baiano; o não exito na cidade de Monte Alegre - RN quando foi lá implementado; a falta no documento de 10 anexos, dentre muitos outros melíficos que estavam nas entrelinhas.
Valeu de fato a submissão da bancada governista ao Poder …

Política: O que muda para Nova Cruz com o governo Targino Pereira...