Ingresso as Universidades ganham mais incentivo...



MEC vai criar programa para consolidar expansão universitária.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou, nesta terça-feira, durante encontro com representantes do movimento estudantil que vai criar um plano de consolidação da expansão das instituições federais de ensino superior (Ifes), com foco na assistência aos alunos. Mais cedo, os estudantes realizaram um protesto na Esplanada dos Ministérios para pedir mais apoio ao MEC. Eles pediam melhorias na estrutura das universidades, mais restaurantes universitários, creches, moradias e bolsas.

Apenas 12% dos alunos de instituições públicas de ensino superior recebem algum tipo de ajuda social, em levantamento feito com base nos microdados do Censo da Educação Superior 2010, pelo professor Marcelo Paixão, da UFRJ. Entre os estudantes oriundos das ações afirmativas, os benefícios atingem apenas 23%. As principais reclamações dos discentes diz respeito à falta de restaurantes, bibliotecas e alojamento.

Mercadante enfatizou que os investimentos do Plano Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) saíram de R$ 125 milhões em 2008 para R$ 500 milhões em 2011 e rebateu a tese de que a expansão das Ifes nos últimos anos, tendo como base o Programa de Reestruturação e Expansão das universidades federais (Reuni), afetou a qualidade do ensino. Até 2003, havia 45 universidades federais em 148 campi. Até 2014, serão 63 em 321 campi.

- Estamos fazendo um grande esforço de inclusão. Nossa política será de continuar ampliando o acesso à educação superior com bolsas, programas e cotas - afirmou.

Da Agência O Globo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...