Medicamento para espinhas pode provocar danos à visão...

Medicamentos usados para tratar a acne grave estão relacionados a um risco duas vezes maior de desenvolvimento de problemas oculares, tais como conjuntivite e olhos secos. A informação é proveniente de um estudo israelense, publicado no Archives of Dermatology.

A isotretinoína – que tem diversos nome comerciais, incluindo Roacutan, Claravis e Amnesteem – é conhecida por seus efeitos colaterais graves, como atrasos no crescimento ósseo em adolescentes e abortos e defeitos congênitos, quando ingerida por mulheres grávidas. Os medicamentos à base desta substância são muito populares para o tratamento de casos de acne severa, em adolescentes e adultos.

“Alguns problemas oculares são mais comuns em pessoas com acne, mas o novo estudo, realizado com 15.000 adolescentes e jovens adultos, traz números relevantes: 14% dos participantes que tomaram isotretinoína foram tratados para doenças oculares, dentro de um ano, após o início da medicação. Isso comparado a 7% do grupo controle (livre de acne) e 9,6% de indivíduos com acne que nunca haviam tomado a isotretinoína”, diz Virgílio Centurion, oftalmologista, diretor do IMO, Instituto de Moléstias Oculares.

Fonte: dnonline

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...