Prevenção...

Governo lança campanha de vacinação na guerra de hepatites virais.

A governadora Rosalba Ciarlini  lançou  oficialmente a Campanha Estadual de Prevenção às Hepatites Virais. Nos últimos seis anos, o Rio Grande do Norte diagnosticou mais de 3 mil novos casos de algum tipo da doença, que atinge 1,2 milhão de brasileiros e, por ser uma doença silenciosa, merece atenção. A campanha no Estado é organizada pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) e conta com apoio de várias entidades, a exemplo do apoio dos Escoteiros do Brasil.

Cerca de 40 pessoas por ano adoecem no RN de hepatite B, e até 60 de hepatite C. O tema da campanha este ano é "Hepatites. Você tem certeza que não tem? Vacine-se, faça o teste. Previna-se". O governo forneceu 200 mil doses de vacina, disponíveis em todos os postos de saúde, além de 1.500 testes rápidos para diagnóstico da hepatite nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA), Serviços de Atenção Especializada (SAE) ehospitais de referência (Walfredo Gurgel, Santa Catarina e Maternidade Januário Cicco). "Nós temos que prevenir e orientar a população. Aqui, nós estamos convocando a comunidade, junto com os escoteiros, para se engajar na campanha", afirmou a governadora.

A campanha tem como objetivo levar a população a fazer uma reflexão sobre os perigos das hepatites e o quanto todos estão vulneráveis. A estratégia de prevenção das hepatites, organizada pela Sesap, consiste na intensificação da vacina contra a Hepatite B, a mais comum e que atinge sobretudo jovens até 29 anos e populações vulneráveis; e também estimular o diagnóstico precoce das hepatites B e C. Outro objetivo da campanha é fortalecer o processo de descentralização do atendimento, com foco na melhoria da qualidade da assistência para portadores da doença. "Muita gente não sabe que tem porque leva anos para apresentar os primeiros sintomas. Aconselhamos que, além da testagem, se vacinem contra hepatite B, que é prevenível", afirmou a coordenadora estadualdo programa de Hepatites Virais, Dayse Nóbrega.

Podem se vacinar contra hepatite B quem tenha entre zero e 29 anos e grupos prioritários: tatuadores, manicures, policiais, profissionais de saúde, usuários de drogas, hemofílicos, prostitutas, travestis, garotos de programa, pacientes de hemodiálise, portadores do HIV, gestantes, caminhoneiros, podólogos, doadores de sangue e coletores de lixo, entre outros. O lançamento da campanha também marca o início das comemorações relativas ao Dia Mundial de Luta contra as Hepatites, celebrado em 28 de julho. A vacina pode ser feita em todos os postos de saúde.

Fonte: Diario de Natal

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...