Revista Veja: O pesadelo de Garibaldi...


Pesadelo 1:

Garibaldi Alves passa sufoco toda vez que o telefone do gabinete toca. E qual é o problema?

No ano passado, Alves articulou no Congresso recursos para a construção de agências do INSS país afora — um dos poucos instrumentos para fazer política eleitoral no Ministério da Previdência.

Tudo andava às mil maravilhas (emendas apresentadas, terrenos doados) até que o Planalto cortou os recursos. Agora, com tantos deputados e prefeitos cobrando as agências, Garibaldi até tentou pedir socorro ao Planalto.Em vão.

Pesadelo 2:

Para piorar, o ministro já inaugurou algumas unidades do INSS, mas, com tanta festa, esqueceu que os novos postos precisavam de servidores para funcionar. Como o Planejamento vetou as contratações, Garibaldi tem cerca de trinta agências novinhas em folha fechadas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...