Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 12, 2012

Correios deve realizar concurso público

O Ministério do Planejamento está prevendo a contratação de cerca de 3 mil novos funcionários para os Correios de todos o Brasil. Para isso, a estatal está fazendo um levantamento de quais cargos e localidades estão sem cadastro de reserva e, portanto, devem ser contemplados na seleção. De acordo com informações da Folha Dirigida, o edital do processo seletivo deve ser divulgado no primeiro trimestre de 2013. A maioria das oportunidades seriam para profissionais de nível médio, nos cargos de carteiro, operador de triagem e transbordo e atendente comercial. A remuneração é de R$ 1.871,86 ou R$ 1.765,38. Além disso, devem haver vagas também para técnico de operação e técnico de atendimento e venda, cujo requisito é o médio/técnico. A remuneração é de R$ 2.653,84 ou R$ 2.547,36, sendo R$ 1.786,14 de salário inicial. Já para o superior, as carreiras provavelmente serão para enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho, médico do trabalho e analista de Correios, entre outros. …

Garibaldi orienta prefeitos a criarem regime próprio de previdência...

“Não há alternativa a não ser criar o regime próprio de previdência”. Essa foi a recomendação feita pelo ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, aos prefeitos e prefeitas participantes do fórum nacional do PMDB, que reuniu prefeitos, vice-prefeitos e vereadores eleitos e reeleitos no pleito municipal de 2012. O evento – organizado pelo PMDB Nacional, o PMDB Mulher Nacional e a Fundação Ulysses Guimarães – foi encerrado nesta terça-feira (11), no Centro de Convenções de Brasília. Garibaldi colocou os técnicos do Ministério à disposição das prefeituras que tiverem interesse em analisar a criação de seu regime próprio de previdência. A criação do regime próprio de previdência social, explicou o Garibaldi Alves em seu pronunciamento para os prefeitos, deve ser feita mediante aprovação de lei municipal que regulamente a concessão de, no mínimo, aposentadoria e pensão para o servidor público. O próprio município ficará responsável pela administração do regime próprio. Entre as…

Deputados votam nesta quarta projeto do Orçamento Geral do Estado...

Do DN Online


Os deputados votam nesta quarta feira o Orçamento Geral do Estado (OGE) para o exercício de 2013, que já foi apreciado pela comissão de Finanças e Fiscalização, na semana passada. O projeto original encaminhado à Assembleia Legislativa previa uma receita e estipulava uma despesa no valor de R$ 10 bilhões 993 milhões 996 reais. Essa previsão foi posteriormente modificada pelo próprio governo acrescentando à proposta R$ 42 milhões 410 mil, perfazendo um valor global da peça orçamentária em R$ 11 bilhões 36 milhões 406 mil.

Em seu relatório na comissão de Fiscalização e Finanças o relator José Dias (PSD) acatou 318 emendas apresentadas pelos deputados. Uma das modificações aprovadas na Comissão foi a redução de 15% para 5% por cento a margem de remanejamento pelo Executivo, sem precisar solicitar permissão do Legislativo.

Antes da votação do Orçamento, haverá uma reunião do colegiado de líderes, às 9h30 para a definição se será ou não dispensada a tramitação de outras 11 matéri…