Polícia investiga MULTICLIK...


Um novo golpe de pirâmide financeira está sendo investigado em Juiz de Fora, na região da Zona da Mata. Segundo a Polícia Civil, uma quadrilha desmantelada em setembro do ano passado, estaria à frente das atividades, aliciando pessoas através de um grupo criado no Facebook sob o nome de MultiClik Brasil, empresa com sede em Santa Catarina.
“Dentro das investigações da empresa, cujo escritório foi fechado no ano passado, conseguimos descobrir a migração do mesmo grupo de empresários para esta modalidade na cidade a partir do monitoramento das atividades realizadas”, explica a delegada do caso, Mariana Veiga Silva.
Conforme a PC, por meio da rede social, os integrantes do esquema recrutavam pessoas que investiam uma quantia inicial para se associarem à empresa e, em troca, recebiam a promessa de lucros muito acima dos valores de mercado com a postagem de anúncios e propagandas em sua página pessoal no Facebook. Além disso, as vítimas tinham que indicar novos participantes.
A polícia investiga cinco pessoas responsáveis pelo golpe em Juiz de Fora e o suspeito de ser o líder do esquema, ouvido pela delegada Mariana Veiga Silva na quinta-feira (14). O homem, que não teve o nome revelado, prestou declarações a respeito das atividades da empresa, mas, de acordo com a delegada, os argumentos apresentados não foram convincentes.
Ainda segundo a PC, na semana passada foi cumprido um mandado de busca e apreensão na residência do investigado, localizada no bairro São Pedro, e mais de R$ 20 mil em dinheiro foram apreendidos, parte dele em moeda estrangeira. Além disso foram recolhidos um notebook, centenas de broches promocionais, agendas e dezenas de cheques supostamente de sócios do esquema.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...