Para Wilma, candidatura majoritária ajudaria Eduardo Campos, mas afasta PT...

Embora reconheça que sua candidatura ao governo ajudaria o presidente nacional do PSB e pré-candidato ao Palácio do Planalto, governador Eduardo Campos (PE), a ex-governadora Wilma de Faria voltou a reforçar que tal definição só ocorrerá em abril. Antes disso existe apenas “especulação”.
Por outro lado, Wilma lembrou que já teve o afastamento do PT no Rio Grande do Norte quando o PSB apresentou Campos para a presidência da República. “Houve um esfriamento [na relação] e o Partido dos Trabalhadores partiu para dialogar com outros partidos e não com o nosso”, lamentou ela.
Sobre a candidatura:
“Nós estamos conversando com todos os partidos, que eram nossos aliados, mas principalmente com os partidos que estão fazendo oposição ao atual governo [de Rosalba Ciarlini]. E com o PMDB também nós conversamos, mas ainda não há uma definição”, lembrou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...