PMDB barra pautas-bomba e blocão fica enfraquecido...

Do ultimosegundo.ig.com.br

Líder do principal partido aliado do governo garante que não dará apoio a nenhum projeto que tiver impacto fiscal. Rebeldes queria atuação conjunta com oposição.


Se o “blocão” busca pressionar o Planalto articulando votações conjuntas das chamadas "pautas-bomba", que não conte com o PMDB. Pelo menos é o que garante o líder da bancada, Eduardo Cunha (RJ). 

Em almoço realizado ontem na casa de Paulinho da Força, o "blocão" buscou consenso para pautar e votar algumas propostas. Duas pautas que foram discutidas e que os partidos rebeldes queriam atuação conjunta são a que estabelece um piso para agentes comunitários de saúde e o projeto que acaba com a multa de 10% do FGTS para casos de demissão sem justa causa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...