Quem é Mudança?...

Do blog da Thaisa Galvão:

O PMDB vai insistir na palavra Mudança na campanha que está só começando.
Mas, o cenário que está posto no Rio Grande do Norte cabe tudo, menos a palavra mudança.
Mudar de onde pra onde?
É como aquela brincadeira do grilo.
Cadê o grilo? Tá lá atrás.
Aí você vai para trás e quando vê já está no mesmo lugar de antes.
É esse o retrato do quadro político no Rio Grande do Norte.

Vamos por partes:
Na chapa puxada pelo deputado Henrique Alves (PMDB) com a vice-prefeita Wilma de Faria (PSB, quem é mudança?

Henrique é deputado federal há 44 anos. Sempre participou dos governos estaduais. Sempre deixou muito claro que, na intenção de ajudar ao Rio Grande do Norte, pega os governadores pelo braço e abre as portas de Brasília.
Logo, Henrique faz parte dessa história.
Desses 44 anos de governo.

Wilma de Faria foi prefeita de Natal por 3 mandatos.
Governadora por dois.
Não é mudança.

Na chapa que ainda está sendo formada e que tem o vice-governador Robinson Faria (PSD) como pré-candidato a governador e a deputada Fátima Bezerra (PT) como pré-candidata ao Senado.
Robinson foi deputado quase 20 anos e durante 8 foi presidente da Assembleia Legislativa.
Período em que, como presidente, na gestão da então governadora Wilma de Faria, chegou a assumir o Governo do Estado por 10 dias.
Também foi eleito vice da governadora Rosalba e chegou a assumir o Governo antes de romper, logo no início da gestão.
E considerando que a Presidência da Assembleia é um poder paralelo, o pré-candidato também não é mudança.

Fátima é deputada federal no terceiro mandato.
Foi estadual duas vezes.
Aliada do governo federal desde a primeira gestão Lula, sempre mostrou ao Rio Grande do Norte que, por causa disso, muito tem feito por Natal e pelo Estado.
Foi várias vezes candidata ao Governo e à Prefeitura de Natal.
É mudança?
Não.

E se a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) for candidata à reeleição?
Governadora por um mandato, senadora, candidata à vice-governadora, prefeita de Mossoró por 3 mandatos.
É mudança?
Não.

Portanto, a palavra Mudança pode caber em tudo, menos na regrinha do eleitor potiguar.
Que hoje sabe de tudo.

Inocente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz não tem como dar incentivo fiscal a empresa, diz Prefeito Targino Pereira, em matéria da InterTV...

Ex-Prefeito de Nova Cruz é citado na delação de Fred Queiroz...