Não é só com a copa que o Brasil joga dinheiro no mato...

Os gastos com as campanhas para as eleições majoritárias deste ano no Rio Grande do norte foram estimados em R$ 90,3 milhões, conforme informaram as diversas coligações por ocasião dos respectivos pedidos de registros junto ao TRE.

Os cinco candidatos ao governo do Estado informaram ao Tribunal Regional Eleitoral que devem desembolsar R$ 60,3 milhões, sendo  que os dois principais postulantes - o presidente da Câmara dos Deputados,  Henrique Eduardo Alves (PMDB), e o atual vice-governador, Robinson Farias (PSD), respondem por R$ 40 milhões e 18 milhões, respectivamente.

Para o  Senado, o custo total foi estimado em 30 milhões 420 mil, sendo que desse total, R$ 30 milhões é o que projetam gastar as duas principais candidatas Wilma de Faria (PSB), e Fátima Bezerra (PT), estimaram suas despesas de campanha no mesmo montante: R$ 15 milhões cada uma. Seguidas por Roberto Ronconi (PSL) R$ 300 mil, o professor Lailson de Almeida (PSOL) com R$ 100 mil e a Ana Célia (PSTU), cujo limite de gastos está calculado em R$ 20 mil.

Veja em detalhes a estimativa de gastos de cada candidato:

GOVERNO:
Henrique Eduardo (PMDB)  - R$ 40 milhões
Robinson Farias (PSD)  - R$ 18 milhões
Araken Farias (PSL)  - R$ 1,5 milhão
Robério Paulino (PSOL)  - R$ 200 mil 
Simone Dutra (PSTU)  - R$ 60 mil

SENADO:
Wilma de Faria (PSB)  - R$ 15 milhões
Fátima Bezerra (PT)  - R$ 15 milhões
Roberto Ronconi (PSL)  - R$ 300 mil
Lailson de Almeida (PSOL) - R$ 100 mil

Ana Célia (PSTU) - R$ 20 mil


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Nova Cruz não tem como dar incentivo fiscal a empresa, diz Prefeito Targino Pereira, em matéria da InterTV...