Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

UERN: Núcleo de Nova Cruz realiza semana científica...

Justiça confirma legalidade da ‘Hora-atividade pra valer’...

Esta semana, a APP-Sindicato foi notificada que a Justiça julgou como improcedente a ação inibitória movida pelo governo do Estado do Paraná contra a campanha ‘Hora-atividade pra valer’, organizada pela entidade. Na justiça, o governo alegava que a campanha era ilegal. Ela foi lançada pela APP em meados de 2013, e retomada pela categoria em 2014, após o governo  se comprometer, e deixar de cumprir, a implantação dos 33,33% de hora-atividade. A campanha envolveu todo o Estado.
Em fevereiro deste ano, a Justiça já havia negado uma liminar, do governo, que tentou suspender a campanha. Em seguida, o Estado – através da Ação Inibitória – tentou a suspensão da ‘Hora-atividade pra Valer’ e solicitou, na época, a aplicação de uma multa diária de R$100 mil caso o sindicato mantivesse a iniciativa. O pedido de multa foi acatado pelo Tribunal de Justiça, mas com outro valor: R$ 20 mil. Agora, com a decisão de que a campanha não era ilegal, a entidade não é forçada a pagar a multa pela realização …

2015 pode começar com greve dos professores...

Em assembleia realizada na tarde dessa terça-feira (18), os professores da rede estadual de ensino deliberaram pela não aceitação da recomendação do Ministério Público à SEEC que solicita a mudança na carga horária e ameaçam iniciar 2015 com greve. De acordo com a pedido do MP, o cálculo da jornada de trabalho passa de hora aula para hora relógio, o que configura como um enorme retrocesso para todos os professores. A coordenadora geral do SINTE/RN, Fátima Cardoso, afirma que a categoria não vai aceitar a recomendação do Ministério Público: “Não vamos aceitar (a recomendação) neste ano, tampouco no próximo ano e/ou no próximo Governo”. Para discutir o assunto, uma nova assembleia foi marcada para o primeiro dia do ano letivo de 2015.

Barbosa critica perda de valor da Petrobras com operação Lava-Jato...

Ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa rompeu o silêncio e se manifestou ontem, por meio de uma rede social, sobre o escândalo de corrupção na Petrobras revelado pela operação Lava-Jato, da Polícia Federal. “Amigos, alerta: a nossa maior empresa perdeu 20% do seu valor este ano; US$ 1,8 bilhão saiu do país na semana passada. É isso o que importa!”, lamentou ele. Barbosa presidiu o STF durante a última fase do julgamento do mensalão. As ações da estatal de petróleo, que iniciaram o ano negociadas a R$ 16,75 na Bovespa, chegaram a ser cotadas a menos de R$ 13 durante boa parte desta semana.

Nova Cruz se vestirá de vermelho mais um vez..

Na próxima terça-feira, 18 de novembro, a cidade de Nova Cruz estará comemorando a vitória do governador Robinson Farias.


Mais um mensaleiro fora da cadeia...

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu hoje (10) regime aberto de prisão domiciliar ao ex-deputado federal Valdemar Costa Neto, condenado a sete anos e dez meses de prisão na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Com a decisão, Valdemar vai cumprir o resto da pena em casa. De acordo com o Código Penal, o regime aberto deve ser cumprido em uma casa de albergado, para onde os presos retornam somente para dormir. No Distrito Federal, pela inexistência do estabelecimento no sistema prisional, os juízes determinam que o preso fique em casa e cumpra algumas regras, como horário para chegar ao domicílio, não sair da cidade sem autorização da Justiça e manter endereço fixo. Barroso entendeu que o ex-parlamentar tem direito ao benefício por ter cumprido um sexto da pena, requisito exigido pela Lei de Execução Penal. De acordo com informações da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Costa Neto já cumpriu 11 meses e seis dias no semiaberto. Além diss…

Agripino destinou doação de empresas sob suspeita para a campanha do filho Felipe...

O senador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM, é um dos que mais cobram o aprofundamento das investigações do escândalo da Petrobras e dos políticos que podem ter se beneficiado com os contratos suspeitos de superfaturamento da estatal brasileira. Contudo, de acordo com a prestação de conta dos candidatos de 2014, divulgada neste final de semana pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o filho de Agripino, o deputado federal reeleito Felipe Maia (DEM), teve parte de sua campanha financiada por uma das empresas citadas no escândalo, a Queiroz Galvão, que doou R$ 250 mil para o democrata. Contudo, essa não é a única empresa suspeita na lista de doadores da campanha de Felipe Maia. O democrata recebeu outros R$ 450 mil da empresa Koleta Ambiental LTDA, citada em escândalo do lixo na cidade de Porto Alegre e que levantou questionamentos, também, por ter sido uma das maiores doadoras do PT em 2013. No caso da Queiroz Galvão, a empresa foi citada pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo…

Presente de grego: Reajuste nas tarifas de energia elétrica deverá passar dos 17% este ano...

O Banco Central subiu de 16,8% para 17,6% sua estimativa de reajuste dos preços da energia elétrica neste ano.
A informação que consta na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) – que surpreendeu ao subir os juros de 11% para 11,25% ao ano na semana passada –, divulgada nesta quinta-feira (6).
O reajuste da energia previsto pelo BC já é mais do que o dobro do estimado pela própria instituição no início deste ano.
Em janeiro de 2014, o Banco Central previa que o aumento da eletricidade seria de 7,5%, valor que foi mantido em fevereiro. Em abril, já estimava uma alta de 9,5% e, em maio, passou para 11,5%, avançando para 14% em julho e para 16,8% em setembro deste ano.

Fonte de fazer dinheiro para prefeitura de Natal deve parar de funcionar...

Prefeito de Natal Carlos Eduardo recua e o “inimigo oculto, às escondidas, para multar o cidadão” só funcionará em 2015 Os semáforos, a poderosa máquina de fazer dinheiro para o governo do prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves, do PDT, não vai começar a funcionar agora a todo vapor não. Depois da reclamação feita pelo deputado Kelps Lima, a Prefeitura de Natal enviou nota para jornalistas avisando que não vai mais multar os motoristas sem antes avisá-los que instalou radares para pegá-los em flagrante, de surpresa, quando estiverem cruzando os semáforos de Natal. Kelps é a favor da fiscalização de trânsito e defende o uso da tecnologia no controle do tráfego, salvando vidas e fortalecendo os bons motoristas enquanto enfraquece e pune os infratores contumazes. Contudo, Kelps defende que antes de multar aleatoriamente, a Prefeitura faça campanha educativa por pelo menos 60 dias, na imprensa, nas redes sociais, nas ruas, avisando ao bom motorista que onde havia um vácuo pela ausência do Pod…