Postagens

Mostrando postagens de Novembro 21, 2014

Justiça confirma legalidade da ‘Hora-atividade pra valer’...

Esta semana, a APP-Sindicato foi notificada que a Justiça julgou como improcedente a ação inibitória movida pelo governo do Estado do Paraná contra a campanha ‘Hora-atividade pra valer’, organizada pela entidade. Na justiça, o governo alegava que a campanha era ilegal. Ela foi lançada pela APP em meados de 2013, e retomada pela categoria em 2014, após o governo  se comprometer, e deixar de cumprir, a implantação dos 33,33% de hora-atividade. A campanha envolveu todo o Estado.
Em fevereiro deste ano, a Justiça já havia negado uma liminar, do governo, que tentou suspender a campanha. Em seguida, o Estado – através da Ação Inibitória – tentou a suspensão da ‘Hora-atividade pra Valer’ e solicitou, na época, a aplicação de uma multa diária de R$100 mil caso o sindicato mantivesse a iniciativa. O pedido de multa foi acatado pelo Tribunal de Justiça, mas com outro valor: R$ 20 mil. Agora, com a decisão de que a campanha não era ilegal, a entidade não é forçada a pagar a multa pela realização …

2015 pode começar com greve dos professores...

Imagem
Em assembleia realizada na tarde dessa terça-feira (18), os professores da rede estadual de ensino deliberaram pela não aceitação da recomendação do Ministério Público à SEEC que solicita a mudança na carga horária e ameaçam iniciar 2015 com greve. De acordo com a pedido do MP, o cálculo da jornada de trabalho passa de hora aula para hora relógio, o que configura como um enorme retrocesso para todos os professores. A coordenadora geral do SINTE/RN, Fátima Cardoso, afirma que a categoria não vai aceitar a recomendação do Ministério Público: “Não vamos aceitar (a recomendação) neste ano, tampouco no próximo ano e/ou no próximo Governo”. Para discutir o assunto, uma nova assembleia foi marcada para o primeiro dia do ano letivo de 2015.

Barbosa critica perda de valor da Petrobras com operação Lava-Jato...

Ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa rompeu o silêncio e se manifestou ontem, por meio de uma rede social, sobre o escândalo de corrupção na Petrobras revelado pela operação Lava-Jato, da Polícia Federal. “Amigos, alerta: a nossa maior empresa perdeu 20% do seu valor este ano; US$ 1,8 bilhão saiu do país na semana passada. É isso o que importa!”, lamentou ele. Barbosa presidiu o STF durante a última fase do julgamento do mensalão. As ações da estatal de petróleo, que iniciaram o ano negociadas a R$ 16,75 na Bovespa, chegaram a ser cotadas a menos de R$ 13 durante boa parte desta semana.