Pular para o conteúdo principal

Corrupção em tons inaceitáveis...

Corrupção é o ato ou efeito de se corromper, oferecer algo para obter vantagem em negociata onde se favorece uma pessoa e se prejudica outra. É tirar vantagem em um "projeto de poder" atribuído. 
O Brasil, anos a fio, convive com essa prática, diga-se de passagem em todos os setores sociais, porém o momento atual tomou dimensão insustentável até mesmo nas formas que são conduzidas as denuncias dessas práticas.
O ápice de desse momento que atravessa o Brasil aconteceu na tarde desta quarta-feira, (16) com a nomeação do Ex-presidente "Lula" para assumir o ministério da Casa Civil, com nítido intuito de produzir em favor do ex-presidente a imunidade que  o cargo oferece.

E se agravou com a liberação das escutas autorizadas pela Justiça Federal que revela conversas do ex-presidente com vários aliados e inclusive o a presidente Dilma.
O que mais assusta nesse contexto são as postagem e comentários estampados nas redes sociais, quando seguidores tentam justificar os atos praticados pelo ex-chefe de estado da nação brasileira, argumentando que a corrupção e algo corriqueiro no Brasil e que Lula fez muito pelos menos favorecidos.
Claro que até que a justiça prove que Lula é responsável por atos ilícitos, ele está apenas no status de investigado. Mas caso seja comprovado o envolvimento do ex-presidente com atitudes criminosas, o simples fato de quando esteve no governo ter dado sequencia as ações sócias inciadas por governos anteriores, o torna imune de punição? Torna legitimo atos ilícitos?
Nesse contexto atual vale a pena relembra o texto do padre Antônio Viera, escrito no século XVII, intitulado "Sermão do bom ladão", se é que existe bom ladão:
"O ladrão que furta para comer, não vai, nem leva ao inferno; os que não só vão, mas levam, de que eu trato, são outros ladrões, de maior calibre e de mais alta esfera. (...) os ladrões que mais própria e dignamente merecem este título são aqueles a quem os reis encomendam os exércitos e legiões, ou o governo das províncias, ou a administração das cidades, os quais já com manha, já com força, roubam e despojam os povos. - Os outros ladrões roubam um homem: estes roubam cidades e reinos; os outros furtam debaixo do seu risco: estes sem temor, nem perigo; os outros, se furtam, são enforcados: estes furtam e enforcam." 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Já está disponível a inscrição para professor temporário para o estado do Rio Grande do Norte. 


O candidato que desejar concorrer a uma vaga deve preencher a ficha, fazer o pagamento da inscrição, efetuar o pagamento da taxa de inscrição e  entregar todos os documentos na respectiva DIRED do município para qual optou na Ficha de Inscrição, até às 13 horas, do dia 10 de maio de 2017.

Para ter acesso a inscrição CLICK AQUI.

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Tudo dentro do Script.
Sabe aquele filme de terror que tem muita trama, mentiras, traições, mas todo mundo sabe como acaba. Foi assim com a votação do Projeto de Lei 006/2017 enviado pelo prefeito de Nova Cruz, Targino Pereira e aprovado pela maioria absoluta da Câmara Municipal de Nova Cruz.
A Sessão Ordinária desta sexta-feira (30), mas que teve sabor de 13, marcou o fim dos trabalhos do primeiro semestre do Edis, mas manchou de forma imensurável a educação do município de Nova Cruz de forma negativa.
Um resultado previsível que ficou evidente que aconteceria logo após a realização da audiência pública pela clara posição dos vereadores naquele momento.
Não adiantou mostrar as perdas para a categoria e para os alunos, o plágio evidente do anexo IV de um projeto baiano; o não exito na cidade de Monte Alegre - RN quando foi lá implementado; a falta no documento de 10 anexos, dentre muitos outros melíficos que estavam nas entrelinhas.
Valeu de fato a submissão da bancada governista ao Poder …

Política: O que muda para Nova Cruz com o governo Targino Pereira...