Pular para o conteúdo principal

Fantasmas da AL do Rio Grande do Norte, veja quem está no quadro de pessoal...

O assunto mais comentado dos últimos dias e que tem causado uma grande revolta na população, são os casos dos milhares de funcionários da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, onde a maioria estaria, supostamente, recebendo sem trabalhar.

O fato gerou uma enxurrada de montagens com denuncias dos supostos “Fantasmas”, como os funcionários estão sendo chamados, apresentando fotos e os seus salários.

Como o assunto vem sendo tratado muito "timidamente" por parte da imprensa vamos apresentar aos leitores, a oportunidade de conferir todos os funcionários lotados na casa legislativa potiguar.

Para acessar a lista, o leitor clica AQUI e logo após, escolha a opção "Servidores" ou "Despesa" e o  "Mês de Referência" escolhido deve ser janeiro, visto que fevereiro ainda não foi disponibilizado. Em seguida, deixe o campo nome" em branco, clique em "consultar" para obter a lista completa.

Não é preciso o nome completo para procurar por um funcionário, ao consultar pelo primeiro nome, o site vai exibir todos os nomes semelhantes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Já está disponível a inscrição para professor temporário para o estado do Rio Grande do Norte. 


O candidato que desejar concorrer a uma vaga deve preencher a ficha, fazer o pagamento da inscrição, efetuar o pagamento da taxa de inscrição e  entregar todos os documentos na respectiva DIRED do município para qual optou na Ficha de Inscrição, até às 13 horas, do dia 10 de maio de 2017.

Para ter acesso a inscrição CLICK AQUI.

Política: O que muda para Nova Cruz com o governo Targino Pereira...

Prefeito de Nova Cruz Targino Pereira deverá restituir cofre público municipal em mais de 900 mil...

Atual prefeito da cidade de Nova Cruz é condenado pelo  TCE- PB, que  decidiu na última quarta-feira (12), por maioria, que o então ex-prefeito de Tacima, Targino da Costa Pereira Neto, deve restituir aos cofres municipais importância superior a R$ 900 mil, em razão de irregularidades que, em meio a outras, incluíram gastos públicos com campanha eleitoral e festa da vitória, folha de pessoal de fazenda particular, uso indevido de recursos do Fundeb e pagamentos por obras não executadas.  A decisão encontra-se no site do TCE do Estado da Paraíba que relata condenações a outros gestores públicos do estado. 
Para ler direto do Site do TCE CLICK AQUI. Fonte: Ascom/TCE-PB