Pular para o conteúdo principal

Prazo para pagamento da taxa de inscrição do Enem 2016 termina hoje (25/05)...

O Enem 2016 já tem dia e hora para acontecer. Nos dias 5 e 6 de novembro, cerca de 8 milhões de estudantes devem encarar as provas do maior vestibular do Brasil.
Se você também vai fazer o Exame para entrar na disputa por uma vaga na universidade, é preciso preparar-se desde já. As inscrições para o Enem abrem no mês de maio e você terá alguns dias para preencher seus dados e pagar a taxa de inscrição.
Esse é um detalhe, aliás, que você deve acompanhar bem de perto. Quem não efetuar o pagamento ou solicitar isenção vai ficar de fora do Enem em 2016 e precisará esperar até o ano que vem para fazer o próximo.
Como nós temos certeza de que você não quer perder o Enem por uma mancada tão boba, preparamos um guia para orientá-lo sobre todos os detalhes do pagamento da taxa do Exame: quanto custa, onde pagar, quem pode pedir isenção, datas-limite e muito mais. Confira!

Quanto custa a inscrição do Enem 2016?

Este ano, a taxa de inscrição do Enem vai custar R$ 68,00.
Com esse valor, você faz as todas provas do Exame e ainda tem direito a concorrer aos três grandes programas de acesso ao ensino superior do Governo Federal sem ter que pagar nem um centavo a mais por isso, caso preencha os requisitos de participação:
-Sistema de Seleção Unificada (Sisu): distribui vagas em universidades públicas de todo o País.
-Programa Universidade da Todos (ProUni): que concede bolsas de estudos integrais ou parciais a pessoas de baixa renda em faculdades particulares bem avaliadas pelo Ministério da Educação.
-Fundo de Financiamento Estudantil (FIES): crédito estudantil voltado a pessoas de baixa renda que financia a faculdade a juros baixos.
E tem mais: o valor também permite que o estudante concorra a vagas em cursos técnicos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) e obtenha o certificado de conclusão do ensino médio. Este último vale para candidatos com idade a partir de 18 anos que não terminaram os estudos em uma escola regular.

Onde pagar a taxa de inscrição do Enem 2016?

Este ano o MEC resolveu facilitar ainda mais a vida de quem vai fazer o Enem. Agora a taxa de inscrição pode ser paga em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios!

Dá para parcelar a taxa de inscrição do Enem 2016?

Não.O boleto tem que ser pago à vista.
Se você pagar o boleto no banco onde tem conta, poderá fazer o débito na conta corrente ou na poupança, na própria agência.

Precisa apresentar algum documento para pagar o boleto do Enem 2016?

Não. Basta levar o boleto impresso e o dinheiro a qualquer local de pagamento.

Qual o prazo do pagamento da taxa de inscrição do Enem 2016?

Quem se inscrever no Enem 2016 terá até o dia 25 de maio para efetuar o pagamento da taxa.
É importante que você fique ligado nas datas, porque o MEC não vai aceitar atrasos, nem que você tenha a melhor desculpa do mundo. Quem perder, vai ter que esperar até o próximo ano para fazer o Enem.
O ideal é pagar a taxa o quanto antes e garantir logo sua participação no Exame. Quem deixar para a última hora correrá o risco de enfrentar problemas de congestionamento no sistema bancário, feriados municipais, erro de processamento ou qualquer outro contratempo.

Como faço para acessar o boleto de pagamento?

O boleto está disponível na Página do Participante do Enem e pode ser baixado e impresso quantas vezes for necessário.
Você também pode salvar o arquivo em um pen-drive ou enviá-lo por e-mail, caso não tenha impressora em casa e precise imprimir em um outro local.

Quem pode pedir isenção do Enem 2016?

O Enem será gratuito a todos os estudantes do último ano do ensino médio matriculados em escolas públicas. Para isso, basta informar o nome da escola no momento da inscrição. O sistema irá recuperar os dados da instituição e fazer a isenção automaticamente. Não é preciso enviar qualquer documentação nesse caso.
Quem comprovar baixa renda familiar pode pedir isenção da taxa de inscrição. Para isso, basta preencher o questionário socioeconômico que estará disponível no sistema durante as inscrições.
A princípio, o MEC não irá solicitar nenhum documento a quem pedir isenção da taxa. Mas a recomendação é que você tenha tudo em mãos, caso haja necessidade de apresentá-los.
Quem pediu isenção no ano anterior e não compareceu às provas vai ter que dar uma boa explicação ao MEC caso esteja pensando em solicitar o benefício novamente. Se a justificativa não for aceita, você só conseguirá participar do Enem 2016 se pagar a taxa de inscrição.

Confirmação de pagamento ou isenção do Enem 2016

Todos os candidatos devem acompanhar se a inscrição foi aceita e se está tudo certo com os dados informados.
A informação deve ser checada na Página do Participante durante o período de inscrições.

Esse acompanhamento é especialmente importante para quem pedir a isenção da taxa de inscrição. Caso o MEC não aceite a solicitação, o candidato terá um prazo para baixar o boleto, pagar a taxa e garantir a participação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Já está disponível a inscrição para professor temporário para o estado do Rio Grande do Norte. 


O candidato que desejar concorrer a uma vaga deve preencher a ficha, fazer o pagamento da inscrição, efetuar o pagamento da taxa de inscrição e  entregar todos os documentos na respectiva DIRED do município para qual optou na Ficha de Inscrição, até às 13 horas, do dia 10 de maio de 2017.

Para ter acesso a inscrição CLICK AQUI.

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Tudo dentro do Script.
Sabe aquele filme de terror que tem muita trama, mentiras, traições, mas todo mundo sabe como acaba. Foi assim com a votação do Projeto de Lei 006/2017 enviado pelo prefeito de Nova Cruz, Targino Pereira e aprovado pela maioria absoluta da Câmara Municipal de Nova Cruz.
A Sessão Ordinária desta sexta-feira (30), mas que teve sabor de 13, marcou o fim dos trabalhos do primeiro semestre do Edis, mas manchou de forma imensurável a educação do município de Nova Cruz de forma negativa.
Um resultado previsível que ficou evidente que aconteceria logo após a realização da audiência pública pela clara posição dos vereadores naquele momento.
Não adiantou mostrar as perdas para a categoria e para os alunos, o plágio evidente do anexo IV de um projeto baiano; o não exito na cidade de Monte Alegre - RN quando foi lá implementado; a falta no documento de 10 anexos, dentre muitos outros melíficos que estavam nas entrelinhas.
Valeu de fato a submissão da bancada governista ao Poder …

Política: O que muda para Nova Cruz com o governo Targino Pereira...