Pular para o conteúdo principal

Eleições 2016: datas e regras...

O primeiro turno das eleições municipais de 2016, que elegerão em todo o país prefeitos e  vereadores, será realizado em 2 de outubro, primeiro domingo do mês. O segundo turno, somente em cidades com mais de 200 mil eleitores, está marcado para 30 de outubro, último domingo do mês. 

O prazo para tirar o título de eleitor, por exemplo, terminou no dia 4 de maio.


As principais mudanças nas eleições de 2016 com relação às de 2014 foram determinadas pelo projeto de reforma política aprovado no Congresso em 2015.

Veja abaixo as principais datas das eleições municipais de 2016:

2 de abril - Prazo para o candidato estar filiado a um partido.

4 de maio - Prazo para o eleitor tirar o título de eleitor, pedir transferência de domicílio, regularizar sua situação ou solicitar a transição para uma seção eleitoral especial (em caso de deficiência).

13 de junho - Início do período para nomeação dos membros das mesas receptoras e do pessoal de apoio logístico dos locais de votação.

5 de julho - Data a partir da qual os candidatos podem fazer propaganda intra partidária, visando sua nomeação à candidatura. É vetado o uso de rádio, televisão e outdoor.

20 de julho - Os partidos são autorizados a promover convenções para definir seus candidatos.

3 de agosto - Prazo para o eleitor solicitar a segunda via do título de eleitor fora do seu domicílio eleitoral.

15 de agosto - Data limite para os partidos e as coligações registrarem seus candidatos.

16 de agosto - Está autorizada a propaganda eleitoral. A campanha começa.

26 de agosto - Início do período da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.

13 de setembro - Último dia para que os partidos políticos, as coligações e os candidatos enviem à Justiça Eleitoral os gastos de campanha dos candidatos.

15 de setembro - Divulgação do relatório das receitas em dinheiro coletados pelos partidos e pelos candidatos para patrocinar as campanhas.

17 de setembro - Data a partir da qual nenhum candidato poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito.

22 de setembro - Último dia para o eleitor solicitar a segunda via do título de eleitor dentro do seu domicílio eleitoral.

27 de setembro - Data a partir da qual nenhum eleitor poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal por crime sem fiança ou por desrespeito a salvo-conduto.

29 de setembro - Fim da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.

30 de setembro - Termina o período de exibição de propaganda eleitoral paga.

2 de outubro - Primeiro turno das eleições.

28 de outubro - Último dia para a divulgação da propaganda eleitoral gratuita do segundo turno no rádio e na televisão e da propaganda paga na imprensa escrita.

30 de outubro - Segundo turno das eleições.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...

Já está disponível a inscrição para professor temporário para o estado do Rio Grande do Norte. 


O candidato que desejar concorrer a uma vaga deve preencher a ficha, fazer o pagamento da inscrição, efetuar o pagamento da taxa de inscrição e  entregar todos os documentos na respectiva DIRED do município para qual optou na Ficha de Inscrição, até às 13 horas, do dia 10 de maio de 2017.

Para ter acesso a inscrição CLICK AQUI.

Política: O que muda para Nova Cruz com o governo Targino Pereira...

Prefeito de Nova Cruz Targino Pereira deverá restituir cofre público municipal em mais de 900 mil...

Atual prefeito da cidade de Nova Cruz é condenado pelo  TCE- PB, que  decidiu na última quarta-feira (12), por maioria, que o então ex-prefeito de Tacima, Targino da Costa Pereira Neto, deve restituir aos cofres municipais importância superior a R$ 900 mil, em razão de irregularidades que, em meio a outras, incluíram gastos públicos com campanha eleitoral e festa da vitória, folha de pessoal de fazenda particular, uso indevido de recursos do Fundeb e pagamentos por obras não executadas.  A decisão encontra-se no site do TCE do Estado da Paraíba que relata condenações a outros gestores públicos do estado. 
Para ler direto do Site do TCE CLICK AQUI. Fonte: Ascom/TCE-PB