Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 28, 2017

Nova Cruz fecha janeiro com superavit superior a 2,5 milhões...

Imagem
Mesmo as duas primeiras parcelas do FPM (10 e 20 de janeiro) terem vindo zeradas para o município do Nova Cruz, a terceira parcela do dia 30/01 já esta creditada na conta no valor de R$ 342.232,28.
Considerando todos os repasses as três parcelas representam um montante de R$ R$ 4.352.805,05 com retenção de R$ 1.782.980,04 o que corresponde um superavit em saldo de R$ 2.569.825,01
Para acompanhar direto do BB click aqui coloque o nome da cidade.

CGU capacita prefeitos do RN sobre uso correto de recursos federais...

Natal recebe no dia 6 de fevereiro o Encontro Município Transparente, promovido pela Controladoria geral da União (CGU), com objetivo de orientar os prefeitos eleitos e reeleitos sobre a correta aplicação dos recursos públicos federais. As inscrições podem ser feitas pela internet até o dia 31 de janeiro. Os prefeitos também podem inscrever assessores, controladores e procuradores dos municípios, caso haja vagas disponíveis. O encontro acontece em todos os estados do país. Durante a capacitação serão tratados temas como fiscalização nos municípios, orçamento, licitações e contratos, prestação de contas, ouvidoria, transparência pública, Lei Anticorrupção e atuação do controle interno na Administração Pública. Os gestores também receberão informações sobre as mudanças na forma de escolha dos municípios que serão alvos de fiscalização por parte da CGU em 2017.

Municípios são obrigados a fazer levantamento de infestação por Aedes Aegypti...

Resolução do Ministério da Saúde publicada no Diário Oficial da União torna obrigatória a realização de levantamento entomológico de infestação por Aedes aegypti em todos os municípios do país. O texto também estabelece que as informações sejam enviadas às secretarias estaduais de saúde e, posteriormente, ao Ministério da Saúde. De acordo com a publicação, a decisão foi tomada levando em consideração os diversos condicionantes que permitem a manutenção de criadouros do mosquito, a cocirculação de quatro sorotipos da dengue no país e a existência de grande contingente populacional exposto previamente a infecções pelo vírus, aumentando o risco para ocorrência de epidemias com formas graves da doença e elevado número de óbitos. DO BLOG: Estamos no final do mês de janeiro, com a primeiras chuvas de verão já caindo e os agentes de endemias ainda não apareceram nas residências. Pelo menos no bairro Nova Esperança até o momento em 2017 nem sinal deles.