Postagens

Mostrando postagens de Junho 12, 2017

Nova Cruz: Projeto de Lei propõe fim de hora-atividade na educação...

Imagem
O prefeito de Nova Cruz, Targino Pereira, enviou para apreciação da Câmara Municipal de Nova Cruz o Projeto de Lei 06/2017 que estabelece as Matrizes Curriculares para o município a partir de 2017.
As Matrizes Curriculares norteiam o currículo escolar a ser implementado pelo município, porém o Projeto de Lei enviado a CMNC  estabelece uma substituição da hora-aula de 50 minutos por hora-relógio de 60 minutos.


Em suma, isso significa o fim da hora-atividade para planejamento pelo professor estabelecido na Lei do Piso, uma vez que com hora-relógio 20 horas semanais seriam totalmente ocupadas nos cinco dias úteis da semana.
O Sinte  ainda não se pronunciou, mas vale ressaltar que o governo do estado do RN tentou fazer a mesma coisa no sistema estadual de ensino e foi prontamente questionado judicialmente recuando da proposta por determinação judicial.  
Em contato com os parlamentares Juninho Salú e Fernando Bezerra, ambos já se posicionaram totalmente contra esse item que aniquila um direit…

PSDB decide hoje se permanece na base de Temer...

Depois de ter sido absolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na última sexta-feira (9), o presidente Michel Temer se dedicará a uma missão no Congresso Nacional nesta semana: unificar sua base de apoio. A tarefa começa nesta segunda-feira (12), quando a executiva nacional do PSDB, um dos principais partidos da base, deve se reunir para definir se a legenda desembarca, ou não, do governo. Apesar do resultado favorável a Temer no TSE, os tucanos estão divididos. Parte da legenda defende o rompimento com o Palácio do Planalto por causa da investigação em que o peemedebista é alvo no Supremo Tribunal Federal (STF). Com base nas delações dos donos da JBS, a Corte apura se Temer cometeu os crimes de organização criminosa, corrupção e obstrução de justiça. Os tucanos que querem o rompimento com o governo avaliam que a situação do presidente da República é instável. Para eles, isso pode comprometer o avanço das reformas trabalhista e previdenciária no Congresso.